Comitiva do Hospital de Cataguases é recebida pelo Secretário de Saúde de Minas

A comitiva levou toda a documentação referente à prestação de serviços na assistência à saúde dos cidadãos dos municípios da microrregiãoA comitiva levou toda a documentação referente à prestação de serviços na assistência à saúde dos cidadãos dos municípios da microrregião

 

O Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais em exercício, Nalton Sebastião Moreira da Cruz, recebeu em seu gabinete uma comitiva capitaneada pelo provedor do Hospital de Cataguases, Wilson Crepaldi Júnior, o Bill, para debater assuntos de interesse do Hospital de Cataguases, como as necessidades financeiras da instituição que atende diretamente a cerca de 104 mil pessoas segundo IBGE.
Com ele estavam a supervisora administrativa Hospital de Cataguases, Maria Inês de Oliveira Dal Bianco, os prefeitos de Astolfo Dutra, Bruno Ribeiro; de Dona Euzébia, Manoel Franklin Rodrigues; o Secretário de Saúde de Santana de Cataguases, Ronaldo Adriano Simas, e a Secretária Executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde União da Mata – CISUM, Tarcilia Rodrigues Fernandes (representando as cidades que compõe o consórcio).
A comitiva levou toda a documentação referente à prestação de serviços na assistência à saúde dos cidadãos dos municípios que compõem a microrregião, um demonstrativo das necessidades e dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição em manter estes serviços desde a absorção do Pronto-Socorro Municipal e a elevação do Hospital em unidade de saúde em atendimento nível II.
image
Durante o encontro, Bill ressaltou as promessas feitas pelo então Secretário de Saúde da época, Deputado Estadual Antônio Jorge, durante o Governo Anastasia, em 2014. “Fomos cordialmente recebidos pelo secretário. Aproveitei para descrever o investimento altíssimo que a instituição fez em projetos arquitetônicos para a reforma do Pronto-Socorro e construção de uma Unidade de Tratamento Intensivo que comporte 20 leitos, mesmo enfrentando dificuldades financeiras. E depois dos projetos concluídos não tivemos qualquer retorno por parte do Governo de Minas”, explicou Bill.
Maria Inês ainda lembrou ao gestor da pasta estadual que resoluções emitidas em 2016 e 2017 referentes a Rede de Urgência e Emergência (RUE) e o extrapolamento no atendimento a hemodiálise encontram-se em atraso. “O Secretário nos informou que, com relação ao Pro-Hosp, o Estado irá regularizar o repasse nos próximos meses, referente as resoluções da RUE e quanto a hemodiálise ainda não se tem a previsão de pagamento”, contou a funcionária do Hospital.
A secretária do CISUM e ex-prefeita de Itamarati, Tarcilia, acompanhou a comitiva, e mesmo com o quadro de grandes dificuldades enfrentadas pelo Estado e País, não abandonou seu tom otimista. “Infelizmente não tem dinheiro novo do Governo de Minas, nem do Governo Federal. Mas não será isso que nos fará perder as esperanças ou cruzar os braços. Missão dada é missão cumprida, e a nossa aqui é lutar para oferecer à população o atendimento de qualidade que todo cidadão merece”, disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital de Cataguases

 

 

 

Deixe uma resposta